3 anos de Canada !!!

Nesse domingo passado completamos 3 anos no Canada. Passou rapido. Muito rapido. Costumo dizer que a percepçao de tempo por aqui parece ser diferente ao que estamos acostumados. Mas talvez seja so a percepçao afetada devido a idade.

Nesses 3 anos, caminhamos bastante com o objetivo da integraçao. E aparentemente funcionou bem, mas com as devidas ressalvas.

As crianças estao bem adaptadas. Nesse domingo perguntei se alguem tinha vontade de voltar ao Brasil e todos falaram que nao. Nosso maior, ja adolescente, ja criou laços afetivos com a cidade. Esta namorando, vai ao parque, aproveita do sistema de transporte publico com sua carta Opus. Algo impensavel no Brasil, ja que moravamos em uma cidade relativamente violenta e eu nunca deixaria ele sair sozinho assim.

A pequena possui um grupo de amizade mais forte. Ela foi ainda pequena a escola e foi muito bem aceita por sua pequena trupe de amigas. As vezes me preocupa o fato dela estar querendo abandonar o portugues, mesmo em casa. Mas continuamos falando nossa lingua materna e ensinando ambas. Alias, inserindo pouco a pouco elementos da nossa cultura da qual ela nunca vivenciou na pratica. Para nosso ado, isso ja nao é problema pois ele tem varias lembranças do Brasil e de como as coisas funcionavam.

A distancia da grande familia é o ponto fragil de toda essa equaçao. A saudade de que temos e a falta que os avos fazem na vida das crianças é significativa. Mesmo nosso ado demonstra sinais de tal falta. Solucionamos isso com as visitas anuais e com chamadas no Skype, mas aqueles pequenos detalhes do dia a dia acabam sendo perdidos.

Ainda nao visitamos o Brasil nestes 3 anos. Mas ja recebemos diversas visitas aqui. Queremos ir ao Brasil logo, mas as mudanças de trabalho, horarios de escola e afins acabaram deixando esse plano de lado. Por hora, nao temos planejamento para ir.

Por outro lado, o acesso a casa propria aqui é bem mais facil. Mesmo sem vender nossa casa no Brasil, ja temos condiçoes hoje de adquirir um imovel. Na ilha de Montreal os preços sao realmente absurdos. Pensamos em ir para banlieu, mas nao queremos quebrar a rotina de integraçao e adaptaçao com sucesso das crianças. Vamos enrolar um pouco.

A sociedade aqui, em termos gerais, é aberta e receptiva. Mas também podemos ver as vezes alguns sinais de segregaçao ou resistenncia aos imigrantes. Acredito ser normal e nao afeta a qualidade de vida.

Podemos afirmar que a vida aqui é mais tranquila e segura. Mesmo com o medo que atos terroristas andam trazendo para o mundo. Apesar de nao afetar aqui, hoje, nao sabemos o que vai acontecer amanha. Essas caracteristicas que nao sao pensadas no Brasil, acabam por nos fazer refletir a vida por na America do Norte. Uma faceta inesperada.

O clima continua sendo uma surpresa a cada dia. Essa primavera chuvosa e gelada contrasta com a primavera quente de quando chegamos. O ultimo inverno, nosso terceiro, nao foi tao frio mas teve bastante neve e gelo. Muito diferente do nosso primeiro inverno que poderia ser denominada como era glacial.

O governo funciona na maioria de suas instituiçoes. As vezes falha. Existe corrupçao, mas o nivel em valores e extensao nao é comparavel ao Brasil. E as pessoas nao esquecem, eventualmente falam de casos que ja se passaram ha alguns anos.

Bem, vou jantar. Fico por aqui nesse longo texto para marcar mais uma etapa dessa viagem. Logo a lei de imigracao vai mudar e poderemos pedir a cidadania. Nao mudara nada em termos do dia a dia, mas simbolicamente sera muito importante.

Abraços em um texto sem acento ! Detesto a falta do meu teclado ABNT 2 !!!

Feliz Natal !!! Otimo 2017 a todos !

Nesse mes de dezembro recebemos meus sogros e minha cunhada aqui em casa. Claro que a casa fica aquele caos gostoso das visitas que nao viamos ha mais de 2 anos.

Saidas para compras, passeios, turismo e festa em geral. Hoje ele foram embora, ja que o ciclo ida e vinda faz parte destes momentos. E assim, fica mais uma vez um vazio. A casa vazia, o jantar faltando alguma coisa.

Frequentemente nos falam como todos tem orgulhos de nossa coragem.Mas a parte mais dificil nao é imigrar, a lingua, o trabalho ou recomeçar. A parte mais dificil é o vazio que todos nos deixam quando visitam e vao embora. Com o passar do tempo vamos esquecendo e a sensacao de solidao familiar se dissipa; até que a proxima visita chegue e o ciclo recomece.

Depois dessa bela visita de Natal, fica nossos votos a todos os viajantes de Boas Festas !!! Que 2017 seja um ano especial para todos e que possamos dissipar a saudade da familia atraves de mais visitas !!!

Primeira neve no Canada !!!

Aqui ainda é verão, mas vi um post no facebook de uma família de colegas que moram em Calgary. Segue a fotinha que eles enviaram:

primeira neve

Ainda não temos previsão de baixa de temperatura assim em Montréal. Aliás, aqui ainda faz calor de dia intercalado com dias mais frescos a noite. Mas vale a pena o alerta para nos prepararmos …

Que venha o outono antes !

As 3 primeiras entrevistas: ou +- isso …

Seguindo a grande descoberta da vida de imigrante, finalmente conseguimos alguma luz para termos esperança de conseguir um emprego logo após nossos primeiros 43 dias.

Algumas coisas já são conhecidas, principalmente a ordem que os CV’s são avaliados. Segundo meu conselheiro, o esquema é assim:

1- Indicação de alguém da própria empresa ou conhecidos;

2- Pessoas que ligam por telefone e enviam o currículo;

3- Pessoas que enviam CV pela internet.

No meu caso, a primeira oportunidade de trabalho não foi em nenhum destes casos. Uma empresa pegou meu CV no Jobboom e entrou em contato para eu fazer uma entrevista no dia seguinte. Infelizmente neste caso acabei declinando a vaga. Um trabalho sem salário fixo, somente por comissão e sem garantias sociais. Dei uma pesquisada e muitos dizem que é uma empresa que explora os imigrantes (no sentido de não dar garantias trabalhistas) mas pelo menos pode ser uma renda para os primeiros meses, além de ser a primeira experiencia canadense.

A segunda vaga, ainda em curso consegui através de envio de CV direto para o site da empresa. O processo de recrutamento é feito em 4 etapas, as 2 primeiras online. Passei pela primeira etapa que consistia em alguns questionários sobre perfil de trabalho e motivação e me enviaram alguns testes para fazer no próprio computador. Esses sim, bem mais complexos. Já enviei os tudo preenchido e aguardo uma resposta (enviei ontem, veremos no que dá). Se passar, a próxima etapa é uma entrevista com o RH.

A terceira vaga surgiu de maneira curiosa. Enviei um CV para uma empresa de Recursos Humanos que terceiriza trabalhos para uma posição simples de trabalho, mais para começar a trabalhar mesmo. Me ligaram ontem para eu fazer a entrevista hoje. Só que enquanto eu navegava na página da empresa, vi uma vaga com meu perfil bem melhor na área que eu queria. Como aqui, “quem tem boca vai a Roma”, quando cheguei na entrevista já falei logo de cara que havia visto a outra vaga e que era meu perfil. A entrevistadora olhou o currículo e me passou para um outro entrevistador que cuida dessas vagas mais avançadas. Ele gostou bastante do currículo e disse que vai encaminhar para a empresa, mas que o processo deve demorar entre 1 mes a 1,5 meses. A experiencia de trabalho fez mais diferença que o proprio currículo, apesar que a formação universitária deu um “up” no meu perfil. Neste meio tempo, eu ainda poderia trabalhar temporiamente em algum survival job para eles, mas concluímos que vale a pena continuar na francisação e melhorar o frances (mesmo ele tendo dito que o meu frances é suficiente para essa vaga).

Então nessa semana as coisas deram uma iluminada, finalmente. Já havia enviado tantos currículos e não tinha qualquer resposta. Agora valeu o incentivo de continuar procurando na minha área posições que não sejam gerenciais, como eu tinha no Brasil, mas posições que não precisam “resetar” a zero a carreira e nem aceitar salário mínimo. Tenho capacidade de competir pelas vagas melhores.

Pontos importantes que 2 entrevistadores perguntaram:

1 – Se eu tinha a equivalencia dos diplomas. Achei que não precisava, mas pelo jeito eles dão muito valor. Um colega da francisação falou para minha esposa que toda a família tinha tirado e que é muito importante ter. Vou tentar providenciar.

2 – Qual a estação de metro mais próxima da minha casa. Na realidade, nas 3 oportunidades de trabalho isso foi questionado. Parece ser mesmo um aspecto muito importante para eles (e é claro que também é para nós pois a viagem ao trabalho afeta muito na nossa qualidade de vida).

Então, se voce vem para Montreal e quiser trabalhar logo, considere nas pesquisas de imóveis ficar próximo as estações ou ao menos em um local com acesso ao transporte público de maneira facilitada, acho que isso faz diferença na hora de procurar um emprego (mais do que eu imaginava).

E quem vem para Quebéc, considere fazer uma equivalencia do seu diploma, pois uma hora ou outra alguém vai acabar questionando isso.

Boa sorte a todos no processo de imigração e para todos que estão por aqui ! Continuem batalhando firmes !!!

1 semana de Canada !!!

Completamos nossa primeira semana aqui. Hoje foi um dia diferente, encontramos alguns brasileiros no Acajou para assistir ao jogo do Brasil. Fomos convidados pela Rejane, uma brasileira que mora aqui em Montréal e auxilia novos imigrantes no translado do aeroporto ou para achar uma casa temporária.

Durante essa semana, conhecemos e vimos muitas coisas. Fomos até a universidade McGill para visitar o museu (meu filho pode finalmente ver um esqueleto de dinossauro de verdade).

014

Conseguimos obter o NAS (muito fácil) e demos entrada no Assurance Maladie, que precisou mais uma visita a Règie (porque nosso bail estava com um erro).

Consegui fazer o cartão do HSBC funcionar. Nos caixas eletronicos ele funcionava, não funcionava para débito. Bastou ir no banco, reinicializar a senha e alterar no caixa. Agora ele está funcionando. Em compensação, não consegui incluir o NAS na conta porque precisava marcar um rendezvous, mas para isso eu precisava de um telefone (que ainda não tínhamos). Precisarei voltar lá.

Por outro lado, abrimos a conta no RBC para a poussin-Mère e foi muito fácil. Saímos de lá com um cartão temporário enquanto o outro não chega. Ela conseguiu um cartão de crédito com um bom limite, mesmo sem histórico. O atendimento foi muito bom.

Conhecemos o Biodome, muito bacana, pagando a entrada com desconto para residentes do Quebéc. Mesmo assim, descobrimos que alguns locais são um pouco caros para se visitar quando pensamos em economizar.

023

Vimos pela primeira vez um pedestre ser multado ao atravessar fora da faixa. E nem foi no centro da cidade, foi aqui perto mesmo. Ele correu pela rua para pegar o onibus e escutamos um apito. Era uma guarda de bicicleta e pegou o camarada em flagrante. Não teve jeito. O interessante é que o onibus continuou parado, talvez esperando por ele. Não conferi porque fomos embora.

Nesta semana também inscrevemos nossa pequena na garderie. Fiquei preocupado e acabamos conversando com uma privé, muito bonitinha. 35 dolares por dia é bem pesado no orçamento, mas pedirei adiantamento o reelbolso do governo. Apesar do processo parecer simples e ser feito online, ainda terei que enviar alguns documentos pelo correio e possivelmente passarei em um centro para validar alguns deles.

Por outro lado, a ajuda do governo federal é um pouco mais complexa, apesar do valor ser bem menor. Não dá para fazer online porque nunca declaramos imposto antes aqui, então será tudo via correios. A ajuda de custo da provincía é mais fácil, mas também precisará de envios pelos correios dos documentos complementares.

Achamos um centro próximo para fazer a francisação, mas perdemos a data de inscrição que era 12/06. Teremos que esperar a próxima inscrição na semana que vem. Tudo isso porque resolvi esperar para dar entrada em tudo após o rendezvous com o MICC. O problema foi que nos deram um endereço do centro errado e quando chegamos lá, nos enviaram para outro local. Chegamos 22 minutos atrasados e não pudemos ter o rendezvous porque o máximo de atraso é 20 minutos, independente do problema ter sido causado por eles. Marcaram um novo rendezvous na próxima semana …

Achamos alguns supermercados, mas até agora consideramos que o custo de vida na região é caro. Talvez sejam os gastos em dolares quando o dinheiro oriundo é em reais.

Difícil está em arrumar um imóvel próximo ao nosso atual. Esse é temporário até o final de setembro, mas não tem nada no mesmo tamanho e qualidade próximos, é tudo pequeno e caro. Estou considerando realmente seguir o nosso plano original que é morar em Longueil, pela região de Monteregie. A ilha é legal, mas obtendo todos os documentos por aqui, não precisaremos mais ficar e podemos voltar ao Plano A que era morar em locais menores para poder nos integrarmos mais facilmente. A facilidade de adquirir um automóvel é muito simples, mesmo assim estamos aproveitando o transporte público e não sabemos como ele é nas regiões mais afastadas da ilha.

Por falar em transporte público, fizemos a carteirinha do meu filho para ele pagar metade do valor do transporte. Simples, a carteirinha saiu na hora (pagamos 6 dolares por ela). Fizemos as cartas Opus para todos nós (exceção da pequena que é isenta de cobrança) e compramos o passe para o mes todo.

Fiz um plano de celular na FIDO. Muito fácil, só trazer um cartão internacional do Brasil (o meu estava cancelado, mas nem falei nada, mostrei o plástico). O cara coloca no sistema e libera na hora. Comparando com o valor do Brasil, parece ser caro, mas ao menos as ligações são ilimitadas por todo o Canadá e posso acessar 1GB por mes sem me preocupar com cobranças. Fica a dica, telefone aqui é essencial. Parece que tudo que vamos fazer, pedem um número e é importante. E acabei pegando um Iphone 4s sem custo para o plano, que ficou 50 CAN por mes.

As crianças sentem saudades dos avos, mas resolvemos isso parcialmente conversando pelo skype. Dá para se ver e falar, então isso alivia para todos nós.

Veremos o que a próxima semana nos reserva. Ainda temos que ir na comissão escolar ver a situação do nosso grandão e tentar matricular ele no accueil.

Vou acabar comprando uma impressoa para fazer os documentos em casa. Fica mais fácil e me sentirei mais confortável. Vi impressoras da HP por 24 CAN, mas achei uma Epson wireless interessante na BestBuy por 70 CAN, acho que vou ficar com ela.

Tenho alguns recebimentos para cair no Brasil, ainda estou na expectativa que tudo corra bem. Além disso, vender nosso imóvel parece ser complicado nesse período de Copa. Tudo bem, tudo isso estava previsto.

Alguns momentos tenho medo e receio, enquanto em outros sinto a realizaçãode ter conseguido chegar até aqui. Sei que tudo isso faz parte do próprio processo de adaptação.

No geral, estamos muito felizes em estar aqui. As vezes penso se fizemos a coisa certa, mas a resposta é óbiva: fizemos sim.

A sensação de ficar sem trabalhar é o que deixa mais preocupado. Dinheiro saindo e nenhum entrando. Nunca pensei que diria isso, mas acho que preciso mesmo me ocupar e ficar tanto tempo sem trabalhar atrapalha. “Ser humano é gado”, kkk …

No aspecto de trabalho, nenhuma entrevista até agora. Tudo bem, é só uma semana. Agora com telefone conseguirei fazer contatos diretos e acho que isso pode facilitar.

O tempo que estava quente e ensolarado virou hoje para uma chuva e vento gelado. Nada que seja muito ruim, apenas molhado. Cheguei a escutar de brasileiros que é melhor tempo de neve do que essa chuvinha “molhada”.

Pois bem, essa é a nossa nova vida até agora. Tudo está bem, estamos bem. Muita coisa acontecendo, muitas transições. A vida é espetacular para ficar em uma redoma de segurança e rotina. Mas que dá medo sair dela, puxa, dá sim.

Abração a todos !!!

Carro Vendido !

Bem, psot rápido: hoje vendi o carro. Agora acabou quase tudo que deveria ser feito. Para trás, vai ficar somente o apartamento, que deixaremos a venda com meu pai gerenciando.

Alguns pequenos detalhes do dia a dia ainda restam a fazer, cancelar o celular (que ainda estou usando). Fora isso, quase tudo resolvido.

Faltam somente 11 dias !!!

Tirando Visto Americano – Parte II (Final)

Complementando o post anterior. Hoje fomos no consulado para a segunda parte do processo de obtenção do visto. Hoje era a entrevista.

Teoricamente eu era isento da entrevista (por ter um visto expirado há menos de 48 meses). As crianças também eram isentas (menores de 16 anos). Somente a poussin-mère não era isenta e como fiz o processo em família, eu e poussin-mère fomos lá.

Fomos atendidos bem rapidamente, um pouco antes do horário do agendamento. Combinamos de ser o mais sincero possível na hora das perguntas.

No momento da entrevista ele questionou apenas sobre o visto canadense. O que vamos fazer, quanto tempo vamos ficar, qual cidade …

Pronto. Foi isso.

Acho que faz sentido, afinal o processo canadense já é metódico e difícil. No fundo deu tudo certo. Vamos esperar a data para ir buscar o passaporte.

Para quem vai viajar, acho que não há problema. Aparentemente o visto canadense ajuda, mas seja sincero nas respostas !

Tirando o Visto Americano – Parte I

Resolvemos tirar o visto americano ainda aqui no Brasil.

Apesar do risco de ser recusado devido a estar com o visto de imigrante canadense, resolvemos desembolsar a quantia mesmo assim. Em qualquer emergência, temos parentes nos EUA e isso dá um pouco mais de tranquilidade. E a possibilidade de fazer umas comprinhas por lá e economizar também é atraente.

O agendamento foi fácil. Preenchi tudo na quarta online e consegui agendar para hoje. Agora temos que comparecer em dois dias, o próximo será na segunda.

Acho que não terei problema pois meu visto expirou a menos de 48 meses e me classifico na isenção de entrevista. As crianças também são isentas, então faltou só a poussin-mère.

Veremos no que dá e o prazo de entrega do passaporte. Essa é minha única preocupação, afinal, viajaremos logo.

As coisas seguem … Casa vazia e ansiedade. Está chegando a hora !!!

Chegou o token do HSBC Canada

Grande surpresa ! Cheguei em casa e encontrei um pacote da DHL me esperando. Eu sabia que era o token.

Abri, veio com um livreto de como ativar. Entrei na conta canadense, ativei o token e pronto. Simples, rápido e fácil.

Pena que no brasileiro não é assim. Uma baita burocracia e prazo de até 60 dias para entrega.

Até agora, tudo bem 🙂

Olha a fotinha dele:

secure_key_2fa_260x150_en

Faltam 47 dias – “Avalanche Mental”

Notinha rápida para não deixar o blog mofando. Faltam 47 dias.

Muita correria, poucas novidades. Estamos finalizando o desapego. As últimas coisas estão saindo de casa e logo nós também vamos sair.

Existe a possibilidade de alugar o nosso ap. para uma conhecida, então parece que a venda vai demorar. O mercado de imóveis não está tão aquecido quanto falam. Na realidade, acho que isso é só propaganda do governo para iludir as pessoas dizendo que o momento econômico é bom.

Precisamos encerrar muitas coisas, como conta em banco, telefonia e internet, registro no CRQ e outros.

Ainda estou trabalhando e terminarei somente no dia 02/05/2014. A homologação ainda vai demorar alguns dias após essa data, então ainda preciso aguardar a chegada do dim dim do FGTS e da multa.

Preciso contratar o seguro saúde (vou de Ingle ou Manulife mesmo), mas só quando chegar o dim dim.

Tenho lido vários blogs, mas o trabalho está tão corrido que nem tenho comentado. Muita novidade com exames médicos e pedidos de passaportes rolando. Que felicidade para nossa comunidade de imigrantes. Tenho certeza que logo muitos estarão prontos para ir.

Vi também com tristeza que o Brasil não foi contemplado na nova rodada de entrevistas. Calma companheiros ! Sabemos que é frustrante, mas paciência.

Tomei um prejuízo no dentista. Tenho que corrigir antes de ir um problema de maxilar e mais uns detalhes nos dentes 😦 . Um gasto não programado … Mas tudo bem.

A aproximação da data de saída começa a afetar alguns familiares (pais e mães). E também nos afeta.

A língua francesa começa a me dar um pouco mais de preocupação. Gostaria muito de estar com uma fluência melhor, não sei como será o impacto ao chegar lá.

No trabalho quase tudo resolvido, então não deixarei pendências para trás. Contratei duas pessoas para ficarem no meu lugar (eu cuido de duas áreas bem distintas da empresa). Até agora, tudo bem, apesar do ambiente na fábrica estar muito pesado e com alguns probleminhas de relacionamentos entre outros setores. Nada que me afete neste momento, já que falta mais 2 semanas para eu sair.

O seguro do carro está vencendo semana que vem e eu preciso finalizar a venda dele. O problema é que ficar sem carro neste momento vai ser uma chateação. Mas veremos como será.

Por hora é isso. Os pais e mães dos coleguinhas da nossa filha fizeram um churrasco de despedida para nós. Foi muito legal. Gostaria de ter me relacionado com eles melhor durante esse pouco tempo que ficamos juntos. Mas espero manter contato e quem sabe receber algumas visitas no futuro ! Acho que a despedida vale um post futuro com fotinhos 🙂 .

Decidi também abrir uma conta na caixa para receber o seguro desemprego, já que o dinheiro tem que ser sacado pessoalmente ou depositado diretamente na conta da caixa. Ainda vou avaliar essa situação.

Temos procurações para fazer em nome dos pais. Preciso mesmo de uma lista do to-do.

E é isso. Tem várias coisas passando pela cabeça, uma verdadeira avalanche mental. Espero poder clarear as idéias neste feriado prolongado e colocar todas as coisas no lugar.