Faltam 47 dias – “Avalanche Mental”

Notinha rápida para não deixar o blog mofando. Faltam 47 dias.

Muita correria, poucas novidades. Estamos finalizando o desapego. As últimas coisas estão saindo de casa e logo nós também vamos sair.

Existe a possibilidade de alugar o nosso ap. para uma conhecida, então parece que a venda vai demorar. O mercado de imóveis não está tão aquecido quanto falam. Na realidade, acho que isso é só propaganda do governo para iludir as pessoas dizendo que o momento econômico é bom.

Precisamos encerrar muitas coisas, como conta em banco, telefonia e internet, registro no CRQ e outros.

Ainda estou trabalhando e terminarei somente no dia 02/05/2014. A homologação ainda vai demorar alguns dias após essa data, então ainda preciso aguardar a chegada do dim dim do FGTS e da multa.

Preciso contratar o seguro saúde (vou de Ingle ou Manulife mesmo), mas só quando chegar o dim dim.

Tenho lido vários blogs, mas o trabalho está tão corrido que nem tenho comentado. Muita novidade com exames médicos e pedidos de passaportes rolando. Que felicidade para nossa comunidade de imigrantes. Tenho certeza que logo muitos estarão prontos para ir.

Vi também com tristeza que o Brasil não foi contemplado na nova rodada de entrevistas. Calma companheiros ! Sabemos que é frustrante, mas paciência.

Tomei um prejuízo no dentista. Tenho que corrigir antes de ir um problema de maxilar e mais uns detalhes nos dentes 😦 . Um gasto não programado … Mas tudo bem.

A aproximação da data de saída começa a afetar alguns familiares (pais e mães). E também nos afeta.

A língua francesa começa a me dar um pouco mais de preocupação. Gostaria muito de estar com uma fluência melhor, não sei como será o impacto ao chegar lá.

No trabalho quase tudo resolvido, então não deixarei pendências para trás. Contratei duas pessoas para ficarem no meu lugar (eu cuido de duas áreas bem distintas da empresa). Até agora, tudo bem, apesar do ambiente na fábrica estar muito pesado e com alguns probleminhas de relacionamentos entre outros setores. Nada que me afete neste momento, já que falta mais 2 semanas para eu sair.

O seguro do carro está vencendo semana que vem e eu preciso finalizar a venda dele. O problema é que ficar sem carro neste momento vai ser uma chateação. Mas veremos como será.

Por hora é isso. Os pais e mães dos coleguinhas da nossa filha fizeram um churrasco de despedida para nós. Foi muito legal. Gostaria de ter me relacionado com eles melhor durante esse pouco tempo que ficamos juntos. Mas espero manter contato e quem sabe receber algumas visitas no futuro ! Acho que a despedida vale um post futuro com fotinhos 🙂 .

Decidi também abrir uma conta na caixa para receber o seguro desemprego, já que o dinheiro tem que ser sacado pessoalmente ou depositado diretamente na conta da caixa. Ainda vou avaliar essa situação.

Temos procurações para fazer em nome dos pais. Preciso mesmo de uma lista do to-do.

E é isso. Tem várias coisas passando pela cabeça, uma verdadeira avalanche mental. Espero poder clarear as idéias neste feriado prolongado e colocar todas as coisas no lugar.

 

Anúncios

Faltam 64 dias …

Enquanto resolvemos as coisas vagarosamente, os dias passam … Mas as malas já estão disponíveis para serem arrumadas ! Ao menos minhas coisas já estão sendo alojadas enquanto uso dentro delas !!!

019

Nossa filha foi “expulsa” do quarto dela (que agora virou o “canto da viagem”) e foi dormir com o irmão que perdeu seu quarto exclusivo. Pelo menos a Mère-Poussin fez um “acampamento”: tem tenda e tudo para que eles se ambientem e se acostumem a ficar mais próximos, já que logo essa será a realidade. E já que as camas já foram vendidas, vamos todos para o colchão !

006

kkk… É até divertido ! E vejam que apesar de dois colchões, um está desocupado … E o outro … Sendo divididos por duas cabecinhas kkkk …

Ah ! Contagem regressiva … Olha o friozinho na barriga e as expectativas !

82 dias para a partida …

Em esquema de contagem regressiva, hoje chegamos aos prazo de 82 dias para nossa ida.

Acho que a ficha ainda não caiu verdadeiramente e continuamos a viver a vida normal, claro que sempre pensando no outro lado.

A sessão desapega está rolando, vendemos muitas coisas. A casa está praticamente sem móveis, mas ainda temos muitos objetos pequenos. E a cada mexida pela casa parece que eles se multiplicam !

No trabalho as vezes rola uma desmotivada, mas tento manter o foco do trabalho com qualidade, como sempre fiz. Ainda não contrataram uma pessoa para eu treinar, está um pouco difícil achar alguém com um perfil igual ao meu e que faça as mesmas funções que eu. Ainda bem que já se conformaram em pegar alguém que terá que aprender. E ainda estou ajudando nas entrevistas.

A busca pelas habitação em Montreal continua. Fizemos muitos contatos, acho que definimos a estratégia de alugar algo temporário por um mês e procurar enquanto estivermos lá. Essa é a maior parte dos conselhos de quem já foi.

Precisamos resolver algumas questões pendentes, principalmente a venda da nossa casa, já que isso parece que vai levar tempo. Hoje é o que me deixa mais preocupado.

Bem, por fim é isso. 82 dias para a vida nova em uma nova vida. Abraços a todos !