HSBC BR – “Recadastramento” para usar o Global View

Bem, como todos os brasileiros passam por isso, chegou a nossa vez. Tentei fazer uma transferencia hoje e o Global View está bloqueado com a tal mensagem solicitando entrar com o gerente de relacionamento para recadastramento.

Eu só tenho conta nessa banco para receber o aluguel do Brasil e se não fosse por isso já teria fechado a conta no Brasil e no Canada. Outros bancos aqui tem serviço muito melhor, tarifas menores e pacotes para novos imigrantes bem completos.

Bom, enviei um email ao gerente e agora vou esperar para ver como fica a situação.

Logo, cenas do próximo capítulo …. Como diz a lapin no blog dela (acho que foi lá que li), HSBC, um mal necessário. Espero que não por muito tempo …

Anúncios

Chegou o token do HSBC Canada

Grande surpresa ! Cheguei em casa e encontrei um pacote da DHL me esperando. Eu sabia que era o token.

Abri, veio com um livreto de como ativar. Entrei na conta canadense, ativei o token e pronto. Simples, rápido e fácil.

Pena que no brasileiro não é assim. Uma baita burocracia e prazo de até 60 dias para entrega.

Até agora, tudo bem 🙂

Olha a fotinha dele:

secure_key_2fa_260x150_en

Habilitando o acesso (online) ao HSBC Canada – Parte II

Bem, tomei coragem e liguei novamente para o HSBC Canada.

Não sei explicar o motivo, mas falar ao telefone em outra língua parece ser um terror. Tomei confiança de que consigo me comunicar e liguei (foi em inglês mesmo).

Pedi um pouquinho de paciência a atendente e que ela falasse um pouco mais devagar. Ela perguntou se havia outra língua que eu me sentia confortável, eu disse que português (kkk), mas não tem suporte para essa língua.

Expliquei a situação para obter o telepin temporário e a mensagem de erro que recebi. Ela refez todos os passos, me explicou tudo com muita calma e conseguiu resolver tudo. Foi realmente muito gentil. O curioso é que conforme conversavámos, ela foi diminuindo mais ainda a velocidade da fala, até um ponto que eu cheguei a ficar com dificuldade de entender de tão devagar que ela estava se comunicando (kkk). Ela explicou todos os passos posteriores que eu teria que fazer sozinho.

Na sequência, já com o atendimento automático, troquei o telePIN temporário por um próprio, entrei na página e registrei minha conta para acesso online. Bem tranquilo. Só fiquei com uma ressalva: para fazer operações na cotna canadense também precisa de um token. Escolhi a opção no registro que não tinha um token. Eles enviarão um token físico para o endereço cadastro entre 2 a 3 semanas. “Ixi” ! Espero que venha para o Brasil, apesar que isso não é problema no momento já que devo enviar dinheiro e consultar, nada mais, e para isso não precisa do token.

Na sequência entrei no HSBC Brasil e cadastrei a conta do Canada no GlobalView. Fui fazer um teste enviando 100 CAN e … Não funcionou. Recebi uma mensagem que antes de movimentar dinheiro da conta brasileira no globalview eu preciso atualizar o cadastro (!?). Não entendi bem, pois minha conta tem menos de 2 meses e já preciso atualizar o cadastro ? Amanhã ligarei na agência e falo com a gerente.

Passei também no HSBC para solicitar um token físico (BR) conforme recomendaram em fóruns. Não sei se dará certo porque a atendente disse que a chegada tem levado até 60 dias ! Nesse período nem estarei mais aqui. Então covnersarei com a gerente amanhã sobre isso também.

Bom, essa foi a experiência até agora. Bem burocrática, mas tranquila. Até agora o atendimento do HSBC Canada tem sido muito bom.

Boa Semana a Todos !

Habilitando o acesso ao HSBC Canada

Ontem recebi a senha da minha conta (PIN).

Automaticamente entrei na internet para acessar o Online Banking e … Não é a mesma senha 🙂

Precisei cadastrar um TelePIN. Ou seja, primeiro contato com o banco via telefone. Havia a opção de falar em inglês, francês e um monte de outros tipos que eu não consegui entender (acho que era japonês e chinês + variações). Decidi ir pelo inglês mesmo.

Liguei, falei com o atendente, muito gentil e solícito. Consegui obter meu TelePIN temporário, que serve para criar o TelePIN oficial. No finzinho do processo a bateria do telefone sem fio pifou ! Aff ! Não consegui finalizar.

Tentarei hoje novamente finalizar o processo indo direto nas coordenadas que haviam me passado. Não sei se o TelePIN temporário ainda vai funcionar, senão terei que começar tudo novamente. Mas sei que dessa vez vou checar se o telefone esteve na base durante o dia …

 

Abertura da conta HSBC no Canada

Após pesquisar muito, calcular muito e resistir muito, acabei abrindo uma conta no HSBC.

Devido a minha renda, só consegui abrir uma conta Advance. Sem problemas, foi tudo rápido habilitei o token. A taxa de manutenção é muito cara na minha opinião, mas pelos cálculos que fiz ainda vai valer a pena.

Não peguei o cartão de crédito do HSBC. Teria que pagar anuidade em um cartão que provavelmente não vou usar. Como tenho um cartão VISA e um Mastercard Platinum do Santander que já são isentos de tarifa, achei que poderia ficar com ele quando fechar a conta do Santander. Descobri que isso não será possível (informações ainda não oficiais). Então solicitei um cartão de crédito Internacional da Saraiva (link). Teoricamente é um cartão que dá para ganhar milhas da TAM e ter alguns descontos na Saraiva. Quem sabe compro livros em português, não é ? E o mais importante, sem anuidade. Acho que o cartão já foi emitido, mas ainda não recebi.

Por fim, fui no HSBC e solicitei a abertura da conta canadense. Li tanto sobre o assunto, achei que seria um assombro … E foi até fácil (até agora). Recebi os formulários por e-mail, tirei cópia dos documentos (inclusive do visto para justificar a abertura da conta) e hoje recebi o email !

We are delighted to inform you that your Advance account with HSBC Canada is now open.

Agora vou aguardar a chegada do kit. Espero que tudo continue andando assim. Agora tenho uma conta HSBC Advance no Canada !!! Meu dinheiro vai chegar lá antes que eu 🙂

Enquanto o visto não vem …

Somos pessoas ansiosas. Muito ansiosas !

Havíamos combinado de não fazer certas coisas enquanto o visto não chegasse “em mãos”. Mas não teve jeito.

Já vendemos várias coisas em casa. Mesa, armário, máquina de lavar, brinquedos e afins. Todo o dinheiro está indo para a “Conta do Canada”. Decidimos adiantar esses passos para poder ter mais tempo no futuro.

Abri uma conta no HSBC, coisa que eu não queria fazer. Mas pelo tanto que pesquisei, vai ser a maneira mais fácil de enviar e receber dinheiro entre os países. Infelizmente serei Advance e não terei o histórico de crédito e nem as taxas diferenciadas, mas pelo menos não preciso me preocupar muito com transferências internacionais. Pois isso é um saco.

No trabalho, já conversei com a diretoria. Eu tinha um plano de viajar no início de abril, mas fizeram uma boa proposta de me demitir e pagar os direitos se eu ficar até o final de maio. Ok … Pelos recursos, vale a pena. Apesar de eu ter afirmado ainda que não é certeza absoluta (afinal, não estou com os vistos em mãos).

Acabei achando passagens com ótimos valores. Deixei reservado e ainda não comprei. Preciso definir até hoje se compro ou não. Hoje as reservas expiram.

As coisas caminharam sem o visto. Decidimos que no pior das hipóteses, se o visto não vier, vamos tentar mudar de vida. Sei lá. Uma cidade mais pacata, mais tranquila. Mas isso é realmente uma desculpa para a ansiedade e para o medo. Pois estamos providenciando nossa ida sem ter os vistos em mãos, o que praticamente ainda não nos permite imigrar. Sei que falta pouco, mas não dá para ter certeza 100%.

E por fim, o visto não chega. Esperamos desde 17/01. Já passou mais de um mês. A resolução do problema dos exames médicos foi há 10 dias, prazo que haviam dito ser a previsão de entrega dos passaportes. Mas até agora nem email ou ligação do consulado.

Hoje está um dia quente e abafado no trabalho. Passo os dias fazendo milhares de contas e analisando as situações do que devemos fazer. Difícil.

É isso. A vida continua. Boa quinta a todos.

Desisti de abrir conta no HSBC

Bem pessoal …

Sei que algumas coisas nos trazem segurança. Ir ao Canada com uma conta Premier aberta talvez seja uma delas. Mas para ser sincero, minha experiência com o HSBC no Brasil tem sido desanimadora até agora.

A primeira vez que fui no HSBC, quando o limite do Premier ainda era R$ 7.000,00, a atendente não fez muito esforço para abrir a conta. E nem me avisou que esses limites iriam mudar (se é que ela sabia).

Quando resolvi finalmente abrir a conta, mês passado, olhei no site e vi que limite para Premier havia mudado.

Enviei um email detalhando meu caso para o HSBC e recebi uma resposta ultra-mega genérica, daquelas que você percebe que a pessoa nem leu o que você escreveu. Primeiro ponto negativo.

Quarta feira tirei um dia de folga e fui até o HSBC para conversar pessoalmente com o Gerente de abertura de contas. Expliquei o caso e o cara não mostrou a menor vontade de fazer nada (nem mesmo abrir a conta).

Ele mal sabia sobre as questões de abertura de conta no Canada. Isso porque é um gerente ! Imagina se fosse outro funcionário …

Disse que não havia o que fazer, me passou uma tabela de tarifas (leu para mim o que já estava escrito – talvez ele tenha achado que eu sou analfabeto e não sei ler uma tabela).

A cara do gerente – sério – me desanimou totalmente de abri uma conta lá (não porque ele era feio – mas sim pela falta de interesse em conquistar um cliente).

A recepcionista da agenda já recebendo as pessoas com uma baita cara de bosta má vontade. O tal gerente espalhado na mesa olhando para os lados, fingindo que estava ocupado e torcendo para não ter mais atendimentos.

Por fim, ele me falou que poderia fazer a tal gambiarra: abrir a conta advance, eu movimentar R$ 10.000,00 por três meses e solicitar o upgrade da conta para Premier. Questionei sobre os limites que a conta teria, já que sou cliente Van Gogh com cartão de crédito com um bom limite e sem anuidade e tal. O Zé Ruela disse que não poderia garantir nada e que somente após a abertura da conta ele poderia verificar se eu iria conseguir negociar as mesmas condições do outro banco.

Em resumo, ficou claro que eles não querem mais clientes pois o gerente nem tentou me convencer a abrir a conta. Ele me motivou mesmo é a manter a minha do Santander atual.

Pois essa será a tática. Vou manter a conta brasileira que tenho meus benefícios e crédito. Se for a necessidade, usarei o cartão brasileiro em emergências e quando chegar no Canada abro uma conta por lá mesmo.

Se a experiência antes da abertura da conta foi ruim, imagina após !!!

Mudanças na Abertura da Conta HSBC Premier

É pessoal, quando eu achava que as coisas não podiam ficar mais complicadas, elas ficaram.

Sempre pensei em abrir uma conta HSBC Premier para contar com a facilidade de ter a conta e cartões quando chegasse no Canadá. Mas, assim como a imigração, as regras das contas mudaram.

Antes era necessário provar o rendimento de R$ 7.000,00 mensais. Esse valor passou agora para R$ 10.000,00 mensais.

Infelizmente, terei que pensar em outro plano e abrir uma conta quando chegar lá mesmo. E vou ter manter minha conta Van Gogh para ficar com os cartões com um bom limite, mesmo sendo brasileiro para qualquer emergência por lá (não pago anuidade mesmo, então tanto faz).

Enviei uma mensagem perguntando sobre a abertura, mas não conto com sucesso.

Aqui, vale a mesma regra da imigração: se tem condições e se qualifica, envie os documentos agora !!!

Segue link para quem tem dúvidas:

http://www.hsbc.com.br/1/2/portal/pt/hsbc-premier/abra-sua-conta?WT.ac=HBBR_PremierPIDP#

Bom final de semana !