2° dia ! NAS e Assurance Maladie – Montreal multicultural

Foi um dia agitado. Fizemos o grande percurso de obtenção dos documentos.

Os processos aqui são bem fáceis. O atendimento do NAS foi muito rápido. Saimos com as 4 folhas com o NAS impresso (nosso e das crianças).

Fomos em um CLSC para ver informações da Carte Soleil (dica de um funcionário do Services Canada) que era bem pertinho, mas acho que ele não estava muito “a fim” e optamos por ir ao plano original de ir na Régie diretamente. Opção acertada, atendimento rápido (muitos imigrantes por lá) e demos entrada na Assurance Maladie. Um preenchimento errado feito pelo landlord do nosso bail acabou fazendo com que ele fosse rejeitado. Teremos que apresentar um novo em até 45 dias ou enviar por fax. Falarei com ele amanhã sobre isso.

Amanhã também é o dia que ligarei na Copa para ver se a bagagem chegou (ou se ela sumiu de vez). Iremos também ao HSBC da McGill conversar e levar o NAS.

Montreal é realmente impressionante. A cada esquina, escutamos diversas linguas diferentes. Tem todo tipo de imigrante e aparentemente a maioria das pessoas não se importa, todos são bem naturais (mas cada um na sua). Hoje conheci um portugues que mora no condo ao nosso lado.

Interessante que o pessoal acaba abrindo um sorriso quando sabe que somos brasileiros. Não sei se é por educação ou se eles realmente acham isso “Super”.

O sistema de metro e onibus é extremamente eficiente. Apesar de ter alguns horários de pico, não esperamos mais que 5 minutos pelo metro e pelo o onibus nessa jornada. Tudo inteiro, limpinho e tranquilo. Usamos uma carta l’occasionnelle que permite 1 dia de uso de metro ou onibus sem tarifa adicional por 10 CAN. Nossa pequena não paga por ter menos de 6 anos.

Conseguimos marcar também o rendez-vous no MICC. Bem fácil, por telefone mesmo.

Vamos combinar com o casal do Ca e Ca para assistir o jogo do Brasil dia 12 em algum lugar. Será divertido ve-los e termos esse momento brasileiro juntos 😀

Acho que meu teclado está aderindo a era multilinguistica. Alguns acentos pararam de funcionar, estou escrevendo sem tonicos kkkk …

Bom, por hora é isso. Todas as informações principais são dadas no landing, então por hora é só seguir as instruções e fazer o nosso planejamento sair do papel. Afinal, temos esse monte de lista to-do para seguir, não é ?

Abraços a todos !

047

 

Anúncios

Auxílio ao imigrante recém chegado – PRIIME e Québec Pluriel

Pessoal, existem dois programas de conhecimento obrigatório para o imigrante que chegou ao Québec.

Eles se chamam:

Basicamente, envolvem auxílios financeiros ou incentivo ao emprego e contato nas indústrias.

Não sou especialista e meu francês ainda é básico, então vou tentar descrever minimamente os programas (e espero que alguém que já os conheça possa comentar de maneira mais completa).

Aos que lerem a página em francês, mais uma vez desculpe pelas traduções incompletas ou incorretas. Ainda sou débutant !

O PRIIME

É um programa voltado ao recrutamento e integração ao mercado de trabalho das pessoas que não possuem experiência de trabalho na América do Norte (Canada ou EUA) em seu domínio de competência. Pode abranger:

  • imigrantes que obteram residência permanente (menos de 5 anos);
  • pessoas que fazem parte de uma minoria visível.

Auxílio Financeiro (esse auxílio é dado para a empresa que contratar o trabalhador):

O auxílio financeiro é composto de quatro segmentos:

  • Um suporte salarial para a integração no emprego do trabalhador. A ajuda é negociada durante 30 semanas ou menos, ou excepcionalmente, até 52 semanas.
  • Uma ajuda salarial para permitir que permita que a equipe da empresa possa acompanhar o trabalhador.
  • Uma ajuda financeira para compensar as despesas suplementares diretamente atribuídas, por exemplo, ,a implementação de atividades específicas ou a adaptação da gestão de recursos humanos que tem que cuidar de particularidades da mão de obra de outras culturas de trabalho.
  • Uma ajuda financeira para compensar as despesas que forem gastas diretamente para permitir a pessoas contratadas de seguirem com o desenvolvimento de sua formação.

Acredito que uma cartinha dessa é um ponto extra para convencer o empregador a te contratar.

QUÉBEC PLURIEL

É um pouquinho diferente e é indicado para pessoas mais jovens. Eu, provavelmente não conseguirei já que o limite de idade é 35 anos. Estou com 33 e comecei o processo agora, provavelmente terei 36 anos ao chegar lá. Mas …

É oferecida em seis territórios: Gatineau, Laval, Longueuil, Montréal, Québec e Sherbrooke.

É um programa de “mentorado” (acho que em português seria como obter um mentor). Criado em 2004 pelas pessoas de Québec (e não pelo governo).

O objetivo principal é auxiliar o indivíduo a conseguir um emprego (mesmo sem experiência).

Podem participar quem tem uma dessas condições:

  • entre 16 e 24 anos e ser membro de uma comunidade de minoria;
    ou
  • ter entre 16 e 35 ans, ser membro de uma comunidade cultural e viver no Québec por menos de 5 anos.

Também devem ter:

  • cidadania canadense
    ou
  • status de residente permanente
    ou
  • obter uma carta de aceitação da Commission de l’immigration et du statut de réfugié du Canada.

A idéia é passar 12 ou mais semanas com alguém da sua área de trabalho e se encontrar com ela uma vez por semana. Essa pessoa pode te ajudar a trabalhar e te ensinar as particularidades do mercado de trabalho quebecoise.

Mais informações sobre os dois programas (e vários outros) em:

http://emploiquebec.net/entreprises/recrutement/diversite/priime.asp

http://emploiquebec.net/individus/immigrants-minorites/quebec-pluriel/index.asp

Sei que os dois programas estão na minha lista de “ao chegar no Québec” …

Espero ter ajudado e boa pesquisa a todos. E é claro, tenham um ótimo feriado.

Os doze mandamentos do turista (ou imigrante) brasileiro no Canada

Recebi essa mensagem bem humorada pelo Grupo do Yahoo.

Escrito por Otavio Gouveia.


Os doze mandamentos do turista (ou imigrante) brasileiro no Canada

1. Seja pontual

Não é mito: No Canadá as pessoas são pontuais e esperam que você também seja. Pequenos atrasos são toleráveis, mas lembre-se de sempre avisar com antecedência. Os horários encontrados nos pontos de ônibus sao realmente cumpridos

2. Usarás “excuse me”, “sorry”, “please” e “thank you” à exaustão

E ouvirás bastante também. Os Canadenses podem não ser o povo mais caloroso do mundo, mas são extremamente educados e prestativos. Não custa nada retribuir com um pouco de gentileza.

3. Evitarás abraçar estranhos

Achou estranho esse mandamento? Por aqui as pessoas não estão acostumadas a ter contato físico com quem não se tem intimidade. Ao ser apresentado a alguém, um aperto de mão é uma opção segura para evitar constrangimentos.

4. Tomarás cuidado com teus pertences

Não se iluda: pequenos furtos também acontecem no Canada, principalmente nas academias.

5. No verão saia sempre com uma garrafa de água, principalmente se estiver em Toronto, Montreal e região. Em alguns períodos a sensação térmica pode chegar a 48 graus

6. Usarás o transporte público

No Canadá, faça como os canadenses. Use e abuse do eficiente sistema de transporte público. O metrô é parte importante das cidades.

7.Estando em Toronto evite insistir com o garçon para que sirva bebida alcoolica apos as 2 da manhã. Isso é a lei. Das 2 da manhã em diante o alcool é proibido na cidade. Se você fizer confusão vão chamar a polícia.

8. Não tentarás usar o jeitinho brasileiro

E se tentar, mas não se surpreenda com a resposta negativa. Com raras exceções, aqui não há espaço para improviso ou quebra de regras. Em hipótese alguma tente subornar um policial no Canadá. Aliás, por favor, não faça isso também no Brasil.

9. Aproveite a viagem para se despir da homofobia e preconceitos. O Canadá foi um dos primeiros países do mundo a instituir o casamento gay e você vai ver que as ruas estão cheias de casais do mesmo sexo. Também vai conviver com milhares de culturas diferentes. Vai ver desde pessoas semi nuas a mulheres usando burca. Nao se surpreenda se o caixa do banco tiver uma tatuagem no rosto. Também entenda que se um gay te paquerar você nao pode bater nele. Paquerar alguém é direito de todos. Aceitar ficar com ele ou não é com você mas ser violento ou agressivo é contra a lei, e no Canadá a lei é aplicada. Acredite.

10.Nas baladas nao pense que aquela menina dançando de forma sexy vão ficar e transar com você. As canadense dançam de forma ate erotica mas isso nao te da o direito a toca-las. Se você imaginar que estar no Brasil e que pode sair pegando na bunda das meninas nao se surpreenda se acabar jogado na rua pelos seguranças da casa, ou até mesmo ser levado pela polícia. Aliás, por favor, não faça isso também no Brasil. Nada pior do que um babaca se achando o gostoso do lugar. Respeite as meninas.

11. Dê gorjetas. Receber ao menos 10% do valor da conta é esperado pela maioria dos profissionais de bares e restaurantes do país. Evite confirmar a má fama dos brasileiros. E na balada, sempre que voce for pegar uma bebida, deixe 1 dolar no balcão. Estando no Canadá faça como os canadense. Se adapte.

12. Não falarás barbaridades em português pelas ruas

Não se engane, há brasileiros e lusófonos por todas as partes, sejam turistas ou residentes. Portanto, não diga nada em público que você não diria no Brasil.

(Materia da Revista Veja sobre Londres. Adaptada e perfeitamente aplicável ao Canada)

Canadá