Desisti de abrir conta no HSBC

Bem pessoal …

Sei que algumas coisas nos trazem segurança. Ir ao Canada com uma conta Premier aberta talvez seja uma delas. Mas para ser sincero, minha experiência com o HSBC no Brasil tem sido desanimadora até agora.

A primeira vez que fui no HSBC, quando o limite do Premier ainda era R$ 7.000,00, a atendente não fez muito esforço para abrir a conta. E nem me avisou que esses limites iriam mudar (se é que ela sabia).

Quando resolvi finalmente abrir a conta, mês passado, olhei no site e vi que limite para Premier havia mudado.

Enviei um email detalhando meu caso para o HSBC e recebi uma resposta ultra-mega genérica, daquelas que você percebe que a pessoa nem leu o que você escreveu. Primeiro ponto negativo.

Quarta feira tirei um dia de folga e fui até o HSBC para conversar pessoalmente com o Gerente de abertura de contas. Expliquei o caso e o cara não mostrou a menor vontade de fazer nada (nem mesmo abrir a conta).

Ele mal sabia sobre as questões de abertura de conta no Canada. Isso porque é um gerente ! Imagina se fosse outro funcionário …

Disse que não havia o que fazer, me passou uma tabela de tarifas (leu para mim o que já estava escrito – talvez ele tenha achado que eu sou analfabeto e não sei ler uma tabela).

A cara do gerente – sério – me desanimou totalmente de abri uma conta lá (não porque ele era feio – mas sim pela falta de interesse em conquistar um cliente).

A recepcionista da agenda já recebendo as pessoas com uma baita cara de bosta má vontade. O tal gerente espalhado na mesa olhando para os lados, fingindo que estava ocupado e torcendo para não ter mais atendimentos.

Por fim, ele me falou que poderia fazer a tal gambiarra: abrir a conta advance, eu movimentar R$ 10.000,00 por três meses e solicitar o upgrade da conta para Premier. Questionei sobre os limites que a conta teria, já que sou cliente Van Gogh com cartão de crédito com um bom limite e sem anuidade e tal. O Zé Ruela disse que não poderia garantir nada e que somente após a abertura da conta ele poderia verificar se eu iria conseguir negociar as mesmas condições do outro banco.

Em resumo, ficou claro que eles não querem mais clientes pois o gerente nem tentou me convencer a abrir a conta. Ele me motivou mesmo é a manter a minha do Santander atual.

Pois essa será a tática. Vou manter a conta brasileira que tenho meus benefícios e crédito. Se for a necessidade, usarei o cartão brasileiro em emergências e quando chegar no Canada abro uma conta por lá mesmo.

Se a experiência antes da abertura da conta foi ruim, imagina após !!!