Visitando Juliette et Chocolat

Nossa, faz muito tempo que não faço uma postagem. Curiosamente a data é relativa ao inicio do inverno passado. Agora que o inverno passou, estamos retornando a algumas atividades exploratórias. Hoje foi o dia de visitar a Juliette et Chocolat, uma chocolateria em Montréal.

Aproveitamos o dia de sol e fomos experimentar algumas delicias nessa bem falada loja. Realmente tem vários sabores diferentes com verdadeiro chocolate de cacau. O paladar é realmente diferenciado.

Aqui esta o link:

http://www.julietteetchocolat.com/

Os valores são meio salgados, mas vale a pena visitar uma vez. Eu tomei um milkshake, as crianças um clássico banana split e a poussin-mére um crepe. Vacilei e não tirei fotos 😦

Vou tentar dar uma retomada no blog e contar como estamos indo. Afinal, estamos com quase dois anos no Canada !!!

Abraços !

 

 

Anúncios

De volta as aulas de francês

É isso pessoal.

Estamos retornando a escola (mais uma vez). Acredito que teremos que estudar bastante.

Apesar da preguiça que tem me dado em voltar a escola (tenho estudado sozinho mesmo) acho necessário para poder avançar na língua.

Dessa vez faremos diferente. A Poussin-Mére vai estudar pela manhã em uma classe normal (enquanto as crianças estão na escola) e eu estudarei em uma classe normal a noite, quando chegar do trabalho. Achamos que assim teremos menos pressão do que as aulas VIP’s e podemos ter um ganho de aproveitamento. Confesso que estava cansado daquele cara a cara-pressão de aula.

Espero desenvolver mais e estar pronto para ser convocado para a entrevista em 2014.

Boa semana a todos !

Tensão Pré-Feriado

Post rápido para descontrair no trabalho.

Impressionante como as coisas tendem a ficar urgentes quando os feriados chegam. Tudo surge precisando de uma solução e eu me pergunto: “Por que não me falaram disso na segunda ?” …

É claro que nossa cultura do deixar tudo para última hora (acho que muitas vezes eu também acabo me comportando assim) é complicada. Mas o triste é chegar 15:30 e o relógio não caminhar …. E eu sabendo que ainda terei uma longa jornada pela Rodovia Anhanguera (trânsito de feriado é péssimo – já estou me preparando psicologicamente) … Que tenho aulas de francês hoje (opa !) junto com la Poussin Mère e que chegarei em casa lá pelas 23:00.

Mas tudo bem. Vida agitada ao menos. Assim nos mexemos um pouco.

Au Revoir !

 

Será que estou no caminho certo ?

Vocês já se perguntaram se isso é realmente o que você deveria estar fazendo ?

A idéia de imigração é fantástica. Em raros momentos, algumas vezes penso se deveria realmente estar fazendo isso.

Como desbravador, esse pensamento é massacrado em seguida pelos milhares de argumentos que me convenceram a ter essa idéia inicialmente. Posso dizer que na batalha da minha mente, a imigração ganha de longe.

Eu não cresci perto dos meus avós. E de parentes próximos, com exceção das minhas irmãs e meus pais. É justo eu privar as crianças desse convívio ?

A qualidade de vida, mesmo que ganhando menos e tento menor poder aquisitivo compensam realmente esse doloroso e demorado processo ?

Será que essa mudança é tão benéfica ?

Sim, essas perguntas passam pela minha cabeça. E acho que são benéficas. Elas querem dizer que estou refletindo sobre a idéia e que não estamos fazendo algo de improvisação e nem impensado.

Se fossemos só eu e la Poussin Mère, não importaria. Seria mais uma aventura. Mas le fils Poussin et la fille Poussin merecem essas considerações.

E por fim, mais uma vez concluímos que o maior benefício será em prol deles. Terão um futuro mais seguro em um lugar melhor.

Se você nunca pensou ou sentiu insegurança no seu processo de imigração, acho que está indo pelo caminho errado. Deixe a empolgação de lado e pense racionalmente ao menos uma vez.

Para nós, será uma aventura. E todos já estamos prontos para vivê-la.